HOME | QUEM SOMOS |SOLICITE SEU ORÇAMENTO |  CONHEÇA NOSSA LOJA VIRTUAL | CONTATO | LOCALIZAÇÃO PARCEIROS E CLIENTES

 

« voltar









 

 

 

Facial 3x1

 É um aparelho que trabalha com correntes alternadas de alta freqüência, entre 100.00 e 200.00 Hz, com uma tensão que oscila entre 25.000 e 40.000 V e uma intensidade da ordem de 100 mA²

O aparelho consiste num gerador de alta freqüência, num porta-eletrodos e em diversos eletrodos de vidro.

As corrente de alta freqüência, alta voltagem e baixa intensidade são geradas por um dispositivo eletrônico que consta de vários circuitos transitórios que transformam, retificam e posteriormente produzem correntes de alta freqüência a partir da corrente elétrica de uso doméstico que se é provida através da rede.

Os eletrodos de vidro são ocos e contêm em seu interior um vácuo parcial, quer dizer, ar rarefeito ou um outro gás.A passagem da corrente provoca uma ionização das moléculas de gás, as quais, sob o forte impacto energético, tornam-se fluorescentes.Os eletrodos provocam a formação de ozônio ao nível da pele.

Ação.

A passagem de ondas eletromagnéticas por ar ou outros gases rarefeitos, provoca a formação de ozônio, como acontece por exemplo na ozonosfera do nosso planeta ( as ondas eletromagnéticas do sol passam pelo ar rarefeito da ozonosfera, gerando ozônio ).

Processos químicos nos eletrodos

O ozônio é uma substância instável que se decompõe rapidamente em oxigênio molecular ( O2) e em oxigênio atomar ( atômico ) ( O) . A grande ação desinfetante do ozônio reside na grande agressividade do oxigênio atomar ( atômico )nascente que é liberado durante a decomposição do ozônio.O envelhecimento celular está ligado a ação dos radicais livres, e o oxigênio é um dos percursores desta ação, através da oxidação das estruturas orgânicas.. O oxigênio atomar é o oxidante mais agressivo depois do flúor.Ele é um radical livre.

Baseado nas considerações sobre os radicais livres, os eletrodos de alta freqüência, produtores de ozônio a nível da pele, devem ser utilizados pela esteticista criteriosamente, pois não é lógico que um tratamento estético, que visa atenuar e atrasar os efeitos do envelhecimento, utilize os eletrodos de alta freqüência, pondo todo o resto do tratamento a perder. A corrente de alta freqüência quando empregada descriteriosamente, é um meio de se envelhecer mas rápido.

Efeitos Fisiológicos

Térmico :
O principal efeito das correntes de alta freqüência ao atravessar o organismo é a produção de calor. Do efeito térmico se pode deduzir outro efeito como o de vasodilatação periférica local. Devido ao calor gerado, se consegue um aumento do fluxo sanguíneo e por tanto se produz uma melhora do trofismo, oxigenação e metabolismo celular.

È um efeito comum a todas as formas de aplicação;Se acentua mais nos casos em que o eletrodo se coloca a uma ligeira distância da pele, que quando está em contato direto.

O efeito térmico obtido é inversamente proporcional á superfície do eletrodo. Por isso para efeitos destrutivos ( fulgurações ) se usam eletrodos de pouca superfície ( em forma de ponta ) já que concentram em um ponto os efeitos térmicos.O efeito térmico obtido é diretamente proporcional ao tempo de aplicação. Os tratamentos mais habituais duram entre 3 e 5 min.

Vasodilatação e hiperemiante local :
Aparece como conseqüência do efeito térmico. Os eletrodos de vidro têm um efeito estimulante sobre a pele, pois aumentam a circulação periférica local.

Aumento da oxigenação celular:
Bactericida e anti-séptico ( a formação de ozônio ao nível da pele tem ação desinfetante ). As faíscas que saltam entre a superfície do eletrodo e a pele formam, a partir do oxigênio do ar, o ozônio, através da corrente elétrica. O ozônio formado é muito oxidante e por tanto é um bom bactericida, germicida e anti-séptico em geral.

·        Melhora o trofismo dérmico

·        Antinflamatório

·        Analgésico

·        Relaxante muscular superficial

Indicações:

-         Desinfecção após a extração das eflorescências acneicas

-         Fulguração de eflorescências acneicas inflamadas

-         Desinfecção e estimulação da circulação sanguínea do couro cabeludo

Contra Indicações:

-         Marca-passo cardíaco

-         Gestantes

-         Implante metálico local ( aquecimento perigoso )

-         Zonas hemorrágicas

-         Distúrbios de sensibilidade

-         Pele com cosméticos inflamáveis ( álcool e éter )

Técnicas de aplicação

Os eletrodos que se utilizam para a aplicação das correntes de alta freqüência são geralmente tubos ocos de vidro.Em seu interior há geralmente o vácuo ou tem um gás como o néon.

Para introduzir-se o eletrodo no porta-eletrodos, deve-se manter este último numa posição vertical com a finalidade de evitar que o eletrodo acidentalmente se solte e quebre.

Se conectam geralmente por pressão que, por sua vez, está conectado mediante um cabo ao console gerador da corrente de alta freqüência.

Antes de ligar-se o aparelho, o eletrodo deve encontrar-se encostado na pele do cliente. Isto evita que o cliente tome um susto. Enquanto o aparelho permanecer ligado, o eletrodo deve manter o contato com a pele.

A junção entre o eletrodo e o porta-eletrodos não deve tocar a pele do cliente, pois ele sentiria um choque elétrico muito forte. Também o esteticista não deve jamais encostar.

Ao aplicar a corrente de alta freqüência mediante eletrodos ocos de vidro aparecem diferentemente tonalidades, sendo as mais habituais:

-         Violeta ( em seu interior há vácuo )

-         Verde ( em seu interior há introduzido certa quantidade de gás néon ).

Com a finalidade de aumentar a ação do eletrodo, este pode ser passado ligeiramente afastado da pele ou sobre uma gaze seca. Normalmente é utilizado para casos de acne muito graves, etc.

Todos os eletrodos possuem a mesma função. O diferente formato tem simplesmente uma função anatômica. Os eletrodos devem ser higienizador somente com pano ou lenço de papel limpos e secos.

Eletrodos

1. Pente: é especifico para o tratamento do couro cabeludo. Gerador de ação estimulante, dos vasos capilares que irrigam os bulbos e a raiz do cabelo, utilizado para tratamento de alopecias no couro cabeludo aplicado nele já lavado.
2. Saturado: é o único que pode ser usado cosmético, aumenta a vascularização da pele.
3. Standard: (cebolinha) utilizado para aplicação por fluxação e faiscamento direto.
4. Forquilha: é utilizado no pescoço, nos braços, nos antebraços e mamas em fluxação Direta.
5. Fulgurado: é utilizado para hemóstases em acne por faiscamento Direto.

 

Desincrust

O procedimento de todo tratamento estético deve começar por uma limpeza profunda, adequada ao tipo de pele, pois só assim se poderá proceder a um estudo profundo e conhecer a suas características e necessidades.

A pressão exercida na glândula sudorípara pelo excesso de sebo cutâneo pode levar ao seu rebentamento na derme dando origem a um processo inflamatório na zona de contato devida a ação irritante dos ácidos livres, forma-se assim externamente uma papila vermelha que indica a resistência de uma infecção não patológica.

Mesmo sem chegar a este extremo, uma hipersecreção seborréica contrária uma boa higiene e é desconfortável e inestética.

Estas manifestações da pele e seus anexos tem despertado o interesse dos especialistas em cosmetologia e dermo-farmácia, entre outros segmentos, tendo várias fórmulas vindo a ser apresentadas ao público.

Numa pele livre de qualquer cosmético pode-se concentrar a atenção nos seguintes fatores:

  • Secreção Sebácea;
  • Aspecto granuloso;
  • Grau de hidratação;
  • Acidentes Cutâneos ( comedões – pontos negros – vermelhidão – etcs...)
Definição

É um procedimento de ação eletroquímica que tem como objetivo retirar o excesso de sebo das peles exageradamente seborréicas.

Utiliza-se os efeitos polares da corrente galvânica para obter uma limpeza de substâncias gordurosas da pele em profundidade. A desincrustação executa-se com um aparelho calibrado e montado para gerar corrente contínua ; portanto possui como característica o princípio galvânico, isto é, tensão contínua, constante e com polaridade determinada ( pólo positivo e pólo negativo ). Atua pelo processo de eletrólise: passa-se uma corrente elétrica através de uma solução condutora ou eletrólito decompondo-a, de água produz-se hidrogênio.

É importante salientar que a desincrustação tem como objetivo estético retirar de forma suave os incrustados na superfície epidérmica, que em linguagem estética ( operacional ) reproduz e/ou significa limpar.

A atuação da corrente é superficial proporcionando destamponamento pilo-sebáceo, e é importante observar que não existe penetração das soluções empregadas nos desincrustadores

Ação

Os estudos cosmetológicos confirmam que a utilização de produtos demasiado detergentes ou solubilizantes energéticos, como o álcool de alta graduação, contribuem para provocar uma hipersecreção seborréica de caráter reacional “ efeito feed-back”.

Mais que simplesmente tirar o excesso de oleosidade da pele, o efeito obtido usando-se corrente galvânica ( que produz sódio por eletrólise e promove a retirada da gordura ) é a reeducação do trabalho das glândulas sebáceas e sudoríparas. Para tanto é sabido que o efeito feed-back ocorre se o trabalho de desincrustação for executado de tal forma que interfira na produção das secreções ou elimine toda a nova produção que seria maior para compensar a perda.

A desincrustação busca o equilíbrio do PH, reeducação do trabalho das glândulas sebáceas evitando o efeito feed-back, auxiliando na reeducação das glândulas sudoríparas evitando asfixia das peles alípicas.

Busca-se  ultrapassar as barreiras da pele, auxiliando na penetração ( preparação para posterior processo de aplicação dos princípios ativos ).

A função da assepcia efetuada através da corrente galvânica mais cosméticos específicos para o tipo de pele, proporciona um efeito para impedir a penetração de germes ou agentes nocivos.

Esta suave esfoliação clareia a epiderme e proporciona uma receptividade melhor ao tratamento estético.

A limpeza profunda serve para limpar o folículo pilo-sebáceo do excesso de secreção sebácea, facilitando a extração de comedões e acne vulgar, na limpeza dos canais foliculares e manutenção da normalização do estado da epiderme recuperada.

Para s pele lipídicas, além da reeducação do trabalho das glândulas sebáceas e sudoríparas, espera-se obter a eliminação das secreções das glândulas sebáceas sem sua retirada total, para que, seja evitado o efeito feed-back ( em se retirando toda a secreção, será produzida mais para a compensação ); e eliminação dos vestígios de maquiagem , bem como, sujeiras da atmosfera poluída.

A solução desincrustante , por exemplo o carbonato de sódio, reage com o sebo saponificando-o.

A solução do carbonato de sódio apresenta um PH de 12, o que quer dizer que ela é altamente alcalina. A pele normal tem um PH de 4,5 á 5,5 levemente ácida. A pele normal tem uma grande capacidade de amortecer variações bruscas de PH, porque sua capa ácida contém uma grande quantidade de ácidos orgânicos desenvolvidos juntamente com seus respectivos sais ( ácido láctico e lactato, ácido carbônico de pirolidon e seus sais ). Apesar disso , convém acelerar-se o processo da normalização do ph, porque uma boa parte do manto hidrolipídico foi removido pela desincrustação. Para restabelecer-se rapidamente o Ph normal, a pele deve ser lavada após a desincrustação com água morna, á qual foram adicionadas algumas gotas de vinagre ou limão.

Os ácidos graxos do sebo se combinam com um álcali diluído ( solução desincrustante ) , dando lugar a formação de sabão. Posteriormente, devido o caráter elétrico debilmente positivo do sabão, ele é extraído com um eletrodo conectado ao pólo negativo de uma corrente galvânica.

Indicação
  • Peles Seborréicas / Oleosas
  • Acne /  Comedões
  • Preparação para a introdução de substancias ativas solvidas em meio aquoso por iontoforese.

Técnicas de Aplicação

No caso da pele, usa-se produto de superfície e no caso do instrumental, pode-se ferve-lo, utilizar esterilizador/germicida e substâncias próprias para a assepcia.

Nos casos de acne vulgar e comedões e enxofre e o salicitado de sódio são conhecidos cicatrizantes e eliminadores dos processos acneicos e comedônicos.

Utiliza-se um eletrodo em forma de jacaré, gancho ou rolo, com eletrodo ativo, sendo este colocado no pólo negativo. O eletrodo passivo ( pólo positivo ) em forma de placa de carbono ou de metal ou bastão pode ser colocado sob o ombro direito ou fixado no braço direito.

Deve-se colocar algodão embebido em alguma substância desincrustante, envolvendo corretamente o eletrodo ativo, sem que as partes metálicas possam entrar em contato com a pele.Deve-se movimentar o eletrodo ativo lentamente sobre a região da pele a ser tratada, exercendo uma pressão uniforme e firme. Os movimentos devem ser retilíneos e ordenados de maneira a esquadrinhar toda superfície a ser tratada.

Pelo fato dos íon de sódio terem polaridade positiva, são atraídos pelo pólo negativo, fixando-os ao algodão que envolve este eletrodo.Após a aplicação, o algodão adquiri com cinzenta onde teve contato com a pele, pois ali deu-se a saponificação do sebo.

O algodão embebido deve estar suficientemente umedecido com o desincrustante, porém sem estar encharcado. Se o algodão secar durante a aplicação, pode-se umedece-lo novamente por meio de um conta – gotas, sem que seja necessário interromper a aplicação.

Nas peles mistas, que geralmente apresentam seborréia na região do ‘T’ ( testa, nariz e queixo ), a desincrustação deve tratar somente as áreas seborréicas.

Uma solução desincrustante pode-se utilizar:

  • Solução aquosa a 10% de bicarbonato de sódio
  • Solução aquosa a 10% de sal
  • Solução aquosa a 5% carbonato de sódio

Contra- Indicações

  • Alergia ao agente desincrustante
  • Hipersensibilidade á corrente elétrica

TABELA DE TRATAMENTO

DESINCRUSTAÇÃO

Tipo de pele             Primeiras aplicações            Após

Sensíveis

30 dias

-

Lipídicas Seborréicas

Semanalmente durante 30 dias

20 em 20 dias

Acnéicas de graus 01 e 02

Semanalmente

Controle da acne 20 em 20 dias

 

 Ionizador

Ionização ou Iontoforese

Através da Iontoforese auxilia a penetração de ativos de cosméticos e Oligoelementos, utilizados em procedimentos faciais e corporais localizados.

É um fenômeno que se caracteriza pela penetração de uma substância terapêutica através da pele íntegra por intermédio da corrente galvânica. E também conhecida como ionização, iontopenetração, dieletrólise, dieletroforese, e jontoforese.

Técnicas de Utilização

É de fundamental importância para a prática da iontoforese, a determinação do pólo negativo ou positivo dos eletrodos. O ìon ativo se deduz na fórmula química do medicamento e o pólo usado deve ser o mesmo do íon ativo.

Na iontoforese subaquática os eletrodos são representados por recipientes contendo soluções eletrolíticas.

Os medicamentos devem estar constituídos de partículas ionizáveis e em concentrações adequadas, porque se estas não são ionizáveis, não penetrarão na pele como desejamos. Concentrações abaixo do normal não fazem efeito desejado e acima podem ser lesivos á pele e ao organismo.

Os medicamentos devem ser hidrossolúveis, ou seja, que o produto seja solúvel em água. Por exemplo: as soluções. Deve-se evitar cremes, pomadas, emulsões, etc. ( principalmente os gordurosos).

A Transferência da medicação ocorre por meio dos portais formados por folículos capilares e poros da pele.Esta técnica libera a medicação em profundidades que variam de 6 a 20 mm.

Uma vez dentro dos tecidos, a medicação tende a permanecer mais concentrada dentro dos tecidos diretamente subcutâneos ao local de introdução e progressivamente menos concentrado nos tecidos mais profundos e nos tecidos periféricos ao local do tratamento.

Não se pode deixar de mencionar que os efeitos polares desencadeados pela corrente galvânica também são responsáveis em parte pelos efeitos terapêuticos resultantes da iontoforese. Cabe então supor que algumas das decorrentes da iontoforese são em parte devidas aos efeitos polares da própria corrente.

Vantagens 

A iontoforese é um procedimento de efeitos locais indiscutíveis, mesmo que superficiais. Os benefícios terapêuticos da introdução de medicamentos por esta via são os seguintes:

  • Ação localizada do medicamento, podendo este estar em maior concentração na área lesada;
  • O medicamento não passa pelo fígado, o que reduz a decomposição metabólica da medicação;
  • A droga pode também ficar concentrada em uma área localizada, em vez de ser absorvida no trato gastro intestinal, resultando em sua liberação local e não-sistêmica.
  • O medicamento pode ser introduzido em áreas específicas do corpo, reduzindo de maneira significativa os efeitos colaterais sistêmicos dos medicamentos administrados por via oral, além de ser evitado o dano tecidual produzido pela introdução de uma agulha;
  • Ação mais efetiva e prolongada do fármaco no sítio da lesão.

Precauções

  1. Não use duas substâncias químicas juntas, ainda que tenham a mesma polaridade, para uma repulsão mútua; isto pode impedir ou diminuir a penetração desejada. Aplicações separadas poderiam ser mais eficazes.
  2. Evite combinar íons com polaridades opostas durante a mesma sessão de tratamento, pois com a adição de outro tipo de ion, este tende a reverter o depósito do primeiro, podendo levar á síntese de subprodutos indesejáveis.
  3. Evitar medicamentos em eletrodos de polaridade oposta.

Indicações da Ionização ( Iontoforese )

A Ionização é indicada principalmente em afecções, onde a atuação da eletrecidade e do fármaco se fazem necessário, principalmente afecções cutâneas superficiais, contraturas, cicatrizes de tendência a quelóide, celulite, gordura localizada, rugas, acne, limpeza e hidratação profunda, nutrição e umectação.

Contra Indicação:

  • Quando houver cefaléia, vertigens e colapso circulatório
  • Quando forem constatadas irritações cutâneas
  • Perda de sensibilidade
  • Paciente com dificuldade de compreensão da técnica
  • Áreas cardíacas
  • Deve-se evitar aplicar os eletrodos sobre feridas ou pele irritada.

Como aplicar

Com o bastonete seguro pela cliente ponha o eletrodo em contato com o rosto da mesma; movimentar levemente o eletrodo em contato do rosto.
Tempo de aplicação será de 05 á 07 minutos.
Após a aplicação com o eletrodo de ponta, ionizar com o rolinho procedendo da mesma forma.
Tempo de aplicação será de 07 à 10 minutos.
Tratamento mínimo 10 aplicações.
Peles sensíveis uma vez por semana.

TABELA DE TRATAMENTO 

IONIZAÇÃO

Tipo de pele             Primeiras aplicações            Após

Sensíveis

30 dias

-

Lipídicas Seborréicas

Semanalmente durante 30 dias

20 em 20 dias

Acnéicas de graus 01 e 02

Semanalmente

Controle da acne 20 em 20 dias

 

HOME | QUEM SOMOS |SOLICITE SEU ORÇAMENTO |  CONHEÇA NOSSA LOJA VIRTUAL | CONTATO | LOCALIZAÇÃO PARCEIROS E CLIENTES

Formas de pagamento: Dinheiro, Cartões de Crédito e Débito, Depósito Bancário, Transferência Eletrônica e Financiamento.
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
Tudo Estética © Rua Pedro Bellegarde nº 118 - Tatuapé - Săo Paulo - SP
Segunda a Sexta, das 9:00 às 18:00 - Sábado das 09:00 às 13:00 hrs -
Televendas: 011 - 2225 2763 e 011 - 2295 3143
E-mail: tudoestetica@tudoestetica.com