HOME | QUEM SOMOS |SOLICITE SEU ORÇAMENTO |  CONHEÇA NOSSA LOJA VIRTUAL | CONTATO | LOCALIZAÇÃO PARCEIROS E CLIENTES

 

« voltar


DRENO LINFÁTICO SEQÜENCIAL


O aparelho Dreno Linfático é um Gerador de Correntes Eletromagnética vibratorória e contrateis. Com seqüencial linfático e velocidade estabilizada que bombeia os líquidos interculares, dos pés do abdômen,com a velocidade de 7 segundos.

O aparelho contem duas opções de drenagem: contrações musculares e vibrações musculares rápida e lenta.
O aparelho é composto de Seletores com duas potências: mínima com ou sem filtro e máxima com ou sem filtro. Que permite ajustar a drenagem selecionada a sensibilidade de cada paciente: do obeso ao magro e do atlético ao inativo.

O aparelho é composto de um painel de controle com quatro canais A,B,C, D denominado – Pés, Panturrilha, Coxas, e Abdômen. Com controles individuais que controla quatro placas, adequado a sensibilidade da região do paciente, Ex.: quatro placas e um controle para a sensibilidade dos pés, quatro placas e um controle para sensibilidade das panturrilhas e assim sucessivamente coxas e abdomem.

SISTEMA LINFÁTICO (MORFOLOGIA)

Sistema linfático é considerado um anexo do sistema nervoso, pois drena a linfa dos espaços intercelulares e lança, nos vasos e formações próprias na corrente venosa. Por esse motivo é considerado como circulação aberta.

A rede capilar linfática, os vasos linfáticos, os linfonodos ou nodos linfáticos, ou ainda gânglios linfáticos, ou ainda ducto torácico e o ducto direito, formam o sistema linfático.
O ducto torácico é o coletor principal da linfa: recebe a em geral da porção infla, diafragmática do corpo, da metade do tórax, pescoço e cabeça e do membro superior esquerdo. Origina-se em pequena formação ampular, a cisterna do quilo, situada junto a face anterior da segunda vértebra com o trajeto vertical desemboca ao nível do ângulo venosa da confluência, a região infectada (íngua).

FISIOLOGIA

A função mais importante do sistema linfático e a de desenvolver as proteínas plasmáticas do liquido intersticial, gerada à circulação sanguínea. Uma pequena quantidade de proteínas plasmáticas vaza continuamente, através dos poros para o liquido intersticial, que se não forem desenvolvidas, a pressão coloidosmótica do plasma cairia a volumes muito mas baixos para reter o liquido na circulação.

Além das proteínas o linfático transporta substâncias de elevado peso molecular, como células, restos celulares, bactérias, gordura de grande tamanho molecular. A este material transportado dá-se o nome de linfa.

Os gânglios linfáticos tem a missão de reconhecer, deter e neutralizar os elementos nocivos. Funcionam, permitindo que linfa não depurada não chegue ao sangue.
Dois fatores principais determinam a intensidade do fluxo de linfa pelos vasos linfáticos:
· a pressão do liquido intersticial;

· o grau de bombeamento pelos vasos linfáticos, mecanismo esse chamado bomba linfática.
Sempre que a pressão do liquido intersticial aumentar, o liquido flui com grande facilidade para os capilares linfáticos, e os poros, dos capilares linfáticos ficam muito aberto.
Uma das causas principais para o bombeamento linfático é a contração periódica dos próprios vasos linfáticos, o que ocorre em cada 6 a 10 segundos.

Além da contração intrínseca dos vasos linfáticos, o bombeamento da linfa também pode ser provocada pelo movimento dos tecidos que cercam o vaso linfático. Por exemplo: a contração dos músculos esqueléticos adjacentes a um vaso linfático pode comprimir esse vaso e empurra a linfa para a frente.

De igual modo,as pulsações arteriais ou a movimentação dos tecidos, criada pelo movimento ativo ou passivo dos membros, pode promover o deslocamento do linfa.
A drenagem linfática provocada pelo eletromagnetização seqüencial é decorrente, basicamente, da contração magnética e das vibrações musculares.


CONTRA INDICAÇÕES:
· Febre
· Tumores neoplásticos (íngua)
· Eczema Aguda
· Viroses
· Bacteremias
·
CONTRA INDICAÇÕES RELATIVAS:
São aquelas que não agradam o quadro, mas que a drenagem linfática não teria resultado algum.
Déficit alimentar, disfunção renal e cardíaca.

RESUMO DE SISTEMA LINFÁTICO

O fluxo da linfa relativamente lento durante o período de inatividade.
A atividade muscular provoca o aparecimento do fluxo mais rápido ou regular.
A circulação da linfa aumenta durante os movimentos respiratórios e intestinais.
O sistema linfático assemelha-se ao sistema sanguíneo em muito espetos
Assim o sistema linfático está constituído em capilares onde ocorre a absorção de líquidos intercelulares.

Mas estes capilares são tubos de fundo cego. Nem todas as moléculas do líquido intercelular passa para os vasos, no caso de moléculas de grande tamanho que são recolhidas em capilares especiais.
Por outro lado, o sistema linfático não possuem um órgão central bombeador, apenas conduzindo ninfa para os casos mais calibrosos que desembocam nas veias jugular interna e subclávia.


Os vasos linfáticos encontram-se somente no tecido conjuntivo que os reveste.

1. Coloque duas placas paralelas na planta do pé da paciente, fixe-a bem apertada, repita a mesma operação no outro pé. Encaixe os pinos no canal A (pé).

2. Coloque duas placas paralelas na panturrilha em cima da veia safena e mais duas na outra panturrilha. Encaixe os pinos no canal B (panturrilha).

3. Coloque duas placas na coxa e mais duas na outra coxa na parte de traz próximo as nádegas em cima da musculatura. Encaixe os pinos no canal C (coxas).

4. Coloque duas placas paralelas abaixo do umbigo do lado direito no abdômen e mais duas placas no lado esquerdo. Encaixe os pinos no canal D (abdômen).

5. Mantenha os controles no mínimo no número 1 de todos os canais.

6. Selecione contrações musculares. No caso de selecionar vibrações verifique a opção lenta ou rápida.

7. Verifique a potência mínima ou máxima com ou sem filtro.

8. Ligue os aparelhos, descubra a sensibilidade dos pés aumentando o controle A, do nº 1 para 4,5 ..... até o paciente sinta e que seja confortável. Repita a operação nos demais canais.

Observações: Os pés têm baixa sensibilidade, o controle trabalha praticamente no máximo no número 9, quando o paciente estiver habituado com as massagens.

A panturrilha tem média sensibilidade, as coxas grandes sensibilidade e o abdômen grandíssima sensibilidade, isso quer dizer que quanto maior a sensibilidade, menor quantidade de corrente no controle. Não faça mudança na potência sem retornar os controles a mínima. Todos os canais tem a mesma quantidade de corrente de 1 a 5 microamperes.

 

HOME | QUEM SOMOS |SOLICITE SEU ORÇAMENTO |  CONHEÇA NOSSA LOJA VIRTUAL | CONTATO | LOCALIZAÇÃO PARCEIROS E CLIENTES

Formas de pagamento: Dinheiro, Cartões de Crédito e Débito, Depósito Bancário, Transferência Eletrônica e Financiamento.
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
Tudo Estética © Rua Pedro Bellegarde nº 118 - Tatuapé - Săo Paulo - SP
Segunda a Sexta, das 9:00 às 18:00 - Sábado das 09:00 às 13:00 hrs -
Televendas: 011 - 2225 2763 e 011 - 2295 3143
E-mail: tudoestetica@tudoestetica.com